Carpe Diem

Você talvez nem tenha notado, mas anda desperdiçando tempo, se distraindo durante o trabalho, socializando com as pessoas erradas, sendo enganado pelo cotidiano e o que é pior, anda reclamando por aí…

Vendedor é uma classe muito difícil de se conviver, somos reclamões, egocêntricos, enfim, os senhores da verdade. Queremos dar um jeitinho pra tudo, flexibilizar as regras, esticar os limites, testar a paciência de todos, clientes, negociadores, chefes.

Alguns de nós somos sim arrogantes com certo talento, outros nem tanto, talentosos eu quis dizer, arrogantes sempre. Acontece que temos problemas com o tempo, estamos sempre correndo atrás de oportunidades, mas desperdiçamos várias delas por falta de tempo ou de organização dele diariamente.

Foco, planejamento, controle, análise. Todas elas características primas do tempo que dedicamos à nossa atividade. Vender pode ser bem difícil e improdutivo quando não valorizo as 10 horas de trabalho, horas que podem ser um investimento ou um desperdício, mas há salvação:

#Poder de concentração

Vendedores são pessoas que vivem o aqui e o agora, com toda a intensidade. Uma fração bem pequena pensa no amanhã, digo amanhã mesmo, daqui a 24 horas. O que vale são os desafios, sucessos e derrotas do hoje. Se no fim do dia, eu olhar pra trás e foi tudo bom, vamos festejar para comemorar, se foi ruim, vamos festejar para esquecer. Troquei a palavra “beber” por “festejar” por pura adequação e receio de represálias.

Por ser ligado no 220v há uma dificuldade enorme de concentração, reagimos muito depressa, quase que instintivamente. Muitos de nós começamos o dia sem mesmo nem notar, automaticamente.

Todo dia procuro me concentrar no que estou fazendo, por mais que o escritório esteja uma bagunça, por mais que os vendedores do lado me acionem, por mais que o telefone toque. É um exercício diário cumprir minhas próprias metas: quantidade de abordagens, faturamento diário, pessoas a serem localizadas, ofertas a serem vendidas.

Como eu faço isso: respiração, controle da mente, fotos do carro que quero comprar e a visão do meu chefe doido para me dar feedback no final do dia. Quer incentivo maior?

 

#Socializar por longos períodos entre as tarefas

Se tem algo que qualquer ser humano gosta de fazer é socializar, com amigos, com os colegas de trabalho, com a nova secretária, com sua família, com a turma do chopp, do futebol, das baladas.

Só que pra tudo deve ter equilíbrio. Socializar é importante e recomendável, mas há dias em que não estou com aquela vontade de trabalhar e organizar minha agenda fica difícil, então bato papo furado, com todo mundo. É uma luta para sentar na cadeira e ligar.

Em consultorias dentro das empresas, canso de ver vendedores com 8h de trabalho remunerado mas com 2h30 de trabalho efetivo, tirando a hora do almoço e algumas pequenas paradas, pelo menos 4 horas são gastas com enrolação, conversa fiada, “embrometion”.

Quem sou eu pra julgar? Só não faça disso seu cotidiano.

 

#Se ele quiser, que ligue

30 a 35% das vendas perdidas é causada por falta de follow-up da negociação. O vendedor simplesmente não liga para o cliente agendado. E as respostas que ouço, meu Deus, bem às vezes são criativas, às vezes nem tanto. Analise alguns exemplos: achei que ele não compraria, senti que não valia a pena, depois da última ligação perdi o pique, se ele quiser ele que ligue.

Desculpe, quem é o vendedor aqui, quem tem o interesse em oferecer o seu produto? Agenda, use agenda, mas melhor que isso, acredite no follow-up e persista.

 

#Saber priorizar

Você tem uma lista de mais ou menos 150 leads para contatar. Para quem você liga primeiro? Sim, em nome de Deus, você precisa ter um plano, uma estratégia de ligações. Identificar quais são aqueles com maior probabilidade de compra, com maior probabilidade de localização.

A venda por telefone não funciona quando não há uma lista de leads segmentados, pois os custos são muito altos.

Procuro trabalhar com leads segmentados, com perfil aderente aos meus produtos e serviços, que sejam potencial compradores, do contrário sei que terei um longo dia pela frente cansativo, chato e principalmente improdutivo.

Claro que você se identificou com uma ou mais destas condutas, todos as temos, mas procure perceber quanto tempo você tem gasto com elas, distraído, de bobeira.

Acorda meu camarada, vamos fazer dinheiro.

A Contato Efetivo não se responsabiliza por comentários aqui concedidos.