O que é pior: “Caso você tenha interesse…” ou ” Qualquer coisa me liga…”

Na verdade os dois. Acontece que “qualquer coisa me liga “ é mais conformado com a derrota.
Já quando eu uso “Caso você tenha interesse” quero enganar a mim mesmo, colocando um resto de esperança naquilo que já não deu certo.

Tomem cuidado com as expressões condicionais:
“Se tiver interesse”
“Caso você queira”
“Se precisar de alguma coisa…”

O momento da venda é o presente. É o hoje.
Você tem 10 segundos para captar a atenção do cliente e 3 minutos para efetivar a venda. 5 no máximo.
Depois disso é sangue, suor e lágrimas.

O seu discurso precisa estar pronto, com poucas variações.
Entre na ligação sabendo o que vai dizer. Sua apresentação deve ser pré-fabricada, porém que transmita a sua personalidade para demonstrar exatamente isso: personalidade e espontaneidade.

Não use a condicional em seu discurso. Use a afirmação.
Exemplos:
Mediante o seu ok faço a liberação agora.
Em resumo você só tem a ganhar. Aproveite esta oferta está imperdível. E termina hoje.
Certo, entendo o seu interesse e concordo. Vamos fazer desta forma…
Por outro lado, você não tem nada a perder. Não valorize só a recomendação, valorize também seu acesso a informação. Somos uma casa de análise antes de tudo.

Procure elaborar sua abordagem ainda mais para que não acomode a mente e cristalize o seu discurso.

Sucesso.

A Contato Efetivo não se responsabiliza por comentários aqui concedidos.